Artigos

Você, aposentado ou pensionista que ainda não se filiou, faça-nos uma visita, conheça nossas instalações e saiba as vantagens de pertencer à “Família AEA”. Com sua adesão, seremos cada vez mais fortes e representativos. Afinal, aqui é seu lugar.

Clique aqui para se tornar um associado.

A pressão exercida por dezenas de entidades ligadas aos participantes de fundos de pensão estatais, entre elas a AEA-MG, surtiu efeito e a votação do PLP-268/2016 foi adiada para o mês de agosto. O projeto prevê mudanças na gestão dos fundos de pensão, que significariam retrocesso de mais de 30 anos de luta pela paridade na administração dos fundos.

Apesar da aparente vitória, as entidades envolvidas no movimento continuam a mobilização no sentido de aprimorar um texto para o PLP 268 que seja mais condizente com a realidade das instituições. O texto original sofreu mudanças importantes, mas há outros pontos que precisam ser ajustados.


MENSAGEM AOS DEPUTADOS

A AEA-MG alerta que só teremos êxito se houver a participação de todos. Por isso, solicitamos que cada associado mande mensagem aos deputados mineiros e aos líderes de bancadas contra o PLP-268/2016.

SUGESTÃO DE TEXTO

Sr. Deputado, mais de 3,5 milhões de trabalhadores da ativa e aposentados aguardam ansiosos o seu posicionamento contrário ao PLP 268/2016.

A paridade hoje existente, através de gestores representantes das patrocinadoras e dos participantes nos fundos de pensão públicos ou privados, entre os membros dos conselhos deliberativo e fiscal foi uma conquista conseguida numa dura luta de mais de trinta anos dos trabalhadores.  Ainda se luta pela paridade na composição da Diretoria Executiva.

A inclusão de profissionais de mercado, preocupados com resultados no curto prazo do mandato (dois anos), até pelos possíveis altos custos de contratação, certamente prejudicará os inúmeros fundos de pensão de pequeno porte e poderá não contribuir para um sistema de previdência mutualista e que tem como fundamento a aplicação de recursos a longo prazo. 

Cabe aqui lembrar um ditado popular e muito apropriado ao caso: “ o olho do dono é que engorda o gado”!!!

Eu como participante de um fundo de pensão, solicito à V.Exª que impeça que os absurdos contidos no PLP 268/2016 se concretizem.

Atenciosamente,

LISTA DE EMAILS DOS DEPUTADOS MINEIROS

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

    

LISTA DE EMAILS DE LÍDERES DE BANCADAS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Começa no próximo dia 10 de agosto, a inscrição para os interessados em concorrer a cargos no Conselho Deliberativo da AEA-MG. O prazo vai até o dia 9 de setembro, e podem se candidatar associados cuja admissão no quadro social tenha completado dois anos, antes da data fixada para o registro da inscrição individual, exceto os admitidos em circunstâncias especiais, conforme artigo 49º do Estatuto da AEA.

Formalizadas as candidaturas, o período de votação terá início às 9h, do dia 3 de outubro de 2016, e terminará às 11h30, do dia 9 de novembro de 2016. Não serão computados os votos que chegarem à sede da AEA após o dia e horário determinados para o recebimento dos envelopes. A inscrição para disputar vaga no Conselho Deliberativo é individual, e serão considerados eleitos os 11 mais votados, sendo os sete primeiros efetivos e os quatro últimos suplentes. O mandato dos eleitos será de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2019.

FIQUE POR DENTRO

quadroconselho

Salvador dos Santos Oliveira, 69 anos, é aposentado da Cemig e reside em Uberlândia. Recentemente, foi surpreendido com o aviso que recebeu do gerente da sua conta bancária. Conforme o funcionário, alguém estaria tentando obter empréstimo em seu nome, em outra cidade.

“A agência da Caixa Econômica Federal de Patrocínio entrou em contato com a de Uberlândia, onde eu recebo meu benefício, pedindo informações a meu respeito. Isso porque a documentação apresentada pelo criminoso, no momento de solicitar o empréstimo, tinha indícios de falsificação. Quando o gerente da minha conta me procurou, descobrimos o golpe”, conta Oliveira.

Fracassada a tentativa de fraude, Salvador foi orientado a tempo de comparecer à agência do INSS para bloquear a concessão de empréstimo consignado, evitando o golpe.

O relato feito pelo aposentado, contudo, não é um caso isolado e tem sido recorrente em várias partes do Brasil. De forma fraudulenta, indivíduos têm conseguido obter empréstimos se passando por terceiros, causando muita dor de cabeça para aposentados e pensionistas.

Foi o que ocorreu com Arcídio Pazini, de 81 anos, também residente em Uberlândia. Em 2006, ele passou pelo constrangimento por duas vezes, em menos de três meses. “Só descobri, quando vi o desconto de duas parcelas no meu contracheque”, relembra.

O primeiro empréstimo, de R$ 9 mil, foi feito em uma financeira, na cidade de São Paulo. Quando o crime foi descoberto, o aposentado teve muito transtorno.

“Fui à financeira reclamar, mandei os documentos pedidos para confirmar a fraude, mas eles não resolviam. Recorri a um advogado, que formalizou a queixa mais uma vez. Depois de um mês nessa batalha, consegui ser ressarcido”, explica.

Quando ele pensou que tudo estava resolvido, teve nova surpresa desagradável. “Dois meses depois, fizeram outro empréstimo, de R$ 11 mil, em um banco aqui de Uberlândia. Mas, dessa vez, resolveram imediatamente e devolveram o dinheiro que havia sido descontado”, relata o aposentado.

INCIDÊNCIA

Conforme dados da Previdência Social, somente no primeiro semestre do ano passado, foram feitas mais de 100 queixas por dia, denunciando o crime de estelionato (tentativa de obter empréstimo utilizando documentos falsificados). Em 2013, mais de 28 mil reclamações no mesmo sentido foram encaminhadas ao órgão.

“Muitas vezes, vemos as reportagens e não damos muita atenção. Mas, quando a coisa acontece perto de nós, com algum colega, ficamos mais atentos”, ressalta Adalto Ferreira dos Santos, Diretor de Interior da AEA, e responsável pelo Escritório de Uberlândia.

Sem esperar, a pessoa é surpreendida com um comunicado que a deixa empolgada. Em mensagem que contém todos os dados pessoais, o “sortudo” toma conhecimento de que tem uma boa grana à sua espera. A suposta “bolada” extra, que não estava nos planos, é a senha para que o indivíduo inicie a saga para colocar as mãos no “dinheiro”. Passado algum tempo, percebe-se que tudo não passa de um golpe para lesar financeiramente, especialmente, aposentados e pensionistas.

“Os aposentados são um alvo mais fácil, mais visado. Recebem cartas de banco, escritórios que oferecem inúmeras coisas. Infelizmente, há uma indústria em ação para tentar enganá-los e lesá-los. Nesse intuito, oferecem de tudo, entram com ação sem fundamento jurídico e ainda recebem para isso”, explica o advogado Vilson Antônio da Silva, do Escritório José Orlando Rios e Advogados Associados.

Segundo ele, são vários os tipos de golpes e a criatividade dos estelionatários impressiona. Apesar da tentação, o advogado alerta que muitos deles podem ser evitados, pois os alvos devem ficar atentos e desconfiar de qualquer vantagem “polpuda” que lhe bata a porta, inesperadamente.

“O modus operandi é sempre o mesmo. Quando a abordagem não é por telefone é por carta, com todos os dados do destinatário, como CPF, data de nascimento, telefone, e inúmeras outras informações, com números e códigos para impressionar a vítima”, conta Silva.

As promessas vão de resgate de pecúlio a pensão mensal vitalícia, passando por revisão de benefício de aposentadoria, reajuste de FGTS e saque “do dinheiro bloqueado do plano Collor”, sempre com valores bastante atrativos.

É comum ver no noticiário situações em que o aposentado cai na conversa de escritórios de advocacia e associações formados por golpista, como tem ocorrido em Belo Horizonte há alguns anos.

“Houve o caso de um escritório que procurou aposentados com a promessa de ingressar com ações na justiça, para receber algum dinheiro que era devido. Os interessados pagaram valores altos para entrar com ações infundadas, fadadas à improcedência. O escritório funcionou por poucos meses, tempo suficiente para lesar centenas de pessoas. Depois, fechou as portas”, relembra o advogado.

ESTRATÉGIA

Vilson cita a promessa de revisão de benefício e o reajuste do saldo da conta do FGTS como líderes no ranking da picaretagem. O golpe do pecúlio é outro sempre utilizado por quadrilhas de estelionatários. A trama é desenvolvida da seguinte forma: uma carta é enviada, informando que foi liberada para o destinatário, por meio de ação judicial, uma quantia em dinheiro. No comunicado, pede-se para entrar em contato urgente para que o processo tenha andamento e o dinheiro seja resgatado. Na ânsia de receber, muita gente paga o valor exigido e, quando percebe que foi lesado, já é tarde demais.

“Ao serem contactados, os atendentes, sempre muito solícitos e persuasivos, informam que para a liberação do dinheiro será necessário um depósito prévio, ou pagamento de ‘custas processuais’. Sobre esse tipo de golpe, os últimos que tenho noticias são aplicados por: Unipreve (União de Previdência Privada Brasileira (não confundir com Uniprev), Multi Assessoria Juridica e Consultoria de Fundos e Previdência”, exemplifica.

PRECAUÇÕES

Para evitar a fraude, o advogado reitera as precauções que devem ser tomadas por aposentados e pensionistas. “Esse tema realmente merece muita atenção da AEA porque os golpes são dirigidos e aplicados, em regra, contra a classe dos aposentados. O princípio é o mesmo, ensinado lá nos filmes do saudoso Mazzaropi: fazer a pessoa, a vítima, acreditar que terá vantagem, e no caso a vantagem é sempre polpuda. Meu pai sempre dizia que ‘doce de leite não bate na porta’”, brinca.

Por isso, ressalta o advogado, deve-se desconfiar de qualquer proposta financeira extraordinária. “Em caso de dúvida, procure um advogado da sua confiança e cheque as informações para que não seja mais uma vítima”, aconselha.

Para evitar a fraude, o aposentado ou pensionista que não tiver interesse em obter empréstimo consignado ao seu benefício do INSS pode solicitar o bloqueio.

Para isso, deve-se dirigir a uma agência da Previdência, munido do documento de identidade e do número do benefício. Se ele quiser desbloquear a margem para um eventual empréstimo, o procedimento deve ser o mesmo.

Outras irregularidades podem ser combatidas. O aposentado, por exemplo, deve ficar sempre atento e não oferecer seu cartão ou senha de banco a terceiros. O INSS alerta, também, que nunca entra em contato com o beneficiário por telefone para solicitar informações pessoais, bem como não repassa essas informações às financeiras.

Por isso, aposentados e pensionistas não devem informar dados pessoais, caso alguém os solicite em sua residência, com a promessa de acelerar a liberação do empréstimo, ou oferecendo qualquer outro tipo de “facilidade”.

As queixas envolvendo indícios de fraudes devem ser feitas na Ouvidoria Geral, na página do Ministério da Previdência Social (www.previdencia.gov.br), ou pela Central 135.

Como tem ocorrido nos últimos anos, a AEA está promovendo a Campanha Solidária do Agasalho. O objetivo é arrecadar roupas, cobertores, meias, luvas, gorros e outras peças que sirvam para amenizar o frio daqueles mais necessitados, que vivem em asilos, albergues e demais instituições.

A campanha teve início em maio e vai durar até o fim deste mês de junho. Portanto, se você tem alguma peça que não usa mais e serve apenas para ocupar espaço no seu guarda-roupa, doe e entre nessa campanha com a AEA. O local para doações é a Sede da Associação em Belo Horizonte.

Mais informações, falar com a assistente social Thaís Cristina, pelo telefone (31) 3224 8323.

.


No próximo dia 11 de setembro, a AEA promove a Mesa Redonda “Dependência química e seus impactos em todas as dimensões do ser humano”. O encontro será às 14h, na Sede da Associação (Avenida Afonso Pena, 867, 16º andar, Centro-BH). Inicialmente, o debate estava marcado para 4 de setembro, mas a data foi alterada.



O objetivo da Mesa Redonda é compreender a dependência química, e como auxiliar familiares e amigos que vivem essa realidade. Será uma oportunidade para se conhecer melhor esse drama que está muito perto de todos, para tentar evitá-los ou minimizar seus impactos.



Neyse Drummond Salvador, psicóloga da AEA, será a mediadora do debate que terá como componentes: Karla Maria Barbosa Miranda (psiquiatra), Jair Cândido de Souza (psicólogo/coaching profissional) e Thaís Cristina Vieira Carvalho (assistente social da AEA)



A tarde dançante da Associação deste mês será especial, comemorando os aniversariantes do mês, o Dia dos Pais e do Amigo. O encontro será nesta quarta-feira


Conforme regras vigentes nos planos previdenciários da Fundação, quem tem direito a receber o benefício do participante que falece são as pessoas previamente inscritas por ele no cadastro. Portanto, proteja a sua família e mantenha os dados cadastrais sempre atualizados.



Para efetuar qualquer alteração, inclusão ou exclusão de beneficiários, os dados devem ser fornecidos por meio de formulário específico, disponível no portal. O documento deverá ser assinado e encaminhado via correio ou malote interno das patrocinadoras, juntamente com os documentos solicitados.



O cadastro atualizado é sinal de informação



Manter os dados cadastrais atualizados como endereço, telefones e e-mail garante aos participantes que as informações relacionadas a Fundação chegarão até ele. Já que avisos sobre eventos, notícias, dicas de educação financeira e previdenciária são pautas constantes nos canais de comunicação da Forluz, como SMS, portal, newsletter, entre outros.



Para atualizar o cadastro na Fundação, o participante em atividade deve fazer essa mudança, quando necessária, junto à patrocinadora. Mas, se você é um participante assistido ou autopatrocinado, informe os dados a serem modificados diretamente à Forluz, por meio da Central de Atendimento, no telefone 0800-0909090, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..



Fonte: Forluz


Pagina 1 de 88

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Facebook

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias e promoções.