Notícias do Interior

Despedir-se do ano que passou é uma rotina em todo o Brasil. E nada melhor do que reunir amigos, familiares, colegas e pessoas próximas para marcar o fim de mais uma etapa na vida de cada um. Na AEA não é diferente, e as comemorações aconteceram em várias regiões do Estado. Tudo cercado de muita alegria, animação e espírito de confraternização.

Os representantes de Barbacena abriram a temporada de festa, no dia 1º de dezembro, num encontro no Restaurante Trem Gourmet. Dia 7 foi a vez dos associados de Juiz de Fora se reunirem na Casa Amarela Eventos, para bater papo e divertir, ao som de muita música ao vivo. No mesmo dia, o Escritório de Montes Claros organizou sua festa, no Bar do Gera.

O evento da Sede BH foi no dia 13, no Salão Aspra da PM. Muita música, amigos e reencontros deram o tom da festividade na capital mineira.

Em Uberlândia (foto), o encontro ocorreu dia 14, no Salão de Festa da Maçonaria. A festa foi marcada por um jantar dançante com música ao vivo.

A festa em Governador Valadares, no dia 21, fechou as comemorações de fim de ano dos associados da AEA. O evento ocorreu no Rancho Esplanada.

Faltando pouco mais de um mês para o Natal, os Escritórios do Interior já iniciaram os preparativos visando aos festejos de fim de ano. A primeira confraternização será dia 1º de dezembro, em Barbacena, a partir das 19h, no Restaurante Trem Gourmet. Associados pagam R$ 40 e convidados R$ 48. O valor do convite inclui tira-gostos, jantar, sobremesa, água, suco e refrigerante. As demais bebidas serão cobradas à parte. Mais informações com Otacilio Lotte (32) 98453 5999.


Dia 7 será a vez de Juiz de Fora, às 20h, na Casa Amarela Eventos (Rua Antônio Caetano, 99 - Grajaú). Haverá música ao vivo com Alípio Gomes, sorteio de brindes, buffet com salgados, doces, bolo e bebidas (cerveja, refrigerante, água e sucos). Associados pagam R$ 70 e convidados R$ 80. Mais informações e reservas pelo (32) 32231697, falar com Rosa Mizael.


Em Uberlândia, o encontro será dia 14 de dezembro. A festa começará às 20h, no Salão de Festa da Maçonaria (Avenida Aspirante Mega, 2.640, Jardim Patrícia. A festa será marcada por um jantar dançante com música ao vivo. Ingressos custam R$ 75. Outras informações pelo (34) 3236 5293, com Vanda Santos.

Em relação aos demais Escritórios, à medida que os eventos forem confirmados, serão divulgados neste espaço.

Atendendo a uma solicitação do Escritório da AEA em Uberlândia, a polícia militar implementou nas imediações da sede o projeto Vigilância Solidária. Trata-se de iniciativa que estabelece vínculo entre a segurança pública e os vizinhos para coibir furtos, roubos e outras modalidades de crime que têm tirado a tranquilidade dos moradores e trabalhadores da região.

No encontro ocorrido no Escritório da AEA em Uberlândia, no último dia 11, representantes da polícia militar fizeram uma palestra sobre segurança pública e entregaram as placas para serem afixadas na região, destacando a presença da Vigilância Solidária no local. “É muito importante essa parceria entre a polícia militar e o cidadão, na busca do bem comum”, destacou o capitão Miguel Ângelo.

Nos últimos meses, foram registrados vários episódios como assaltos a veículos, transeuntes e, até mesmo, duas invasões à sede da AEA na cidade, situada à rua Vieira Gonçalves, nº 558, bairro Martins. Diante da situação, o associado José Ridel Carneiro, que já desenvolve o projeto, organizou reunião entre membros da PM e colaboradores da AEA para avaliar o que poderia ser feito para evitar os crimes.

Solidariedade em prol da segurança

Com a implantação do Vigilância Solidária, pretende-se criar um vínculo no combate à criminalidade local e buscar soluções adequadas para os problemas relativos à segurança dos moradores.

“Deve-se estreitar relacionamentos. Um vizinho se preocupar com a sua segurança e também com a segurança do outro. E, para isso, estamos à disposição para auxiliar e agir quando necessário”, ressaltou o policial.

Diante dos vários casos de furtos e roubos ocorridos nas imediações do Escritório da AEA, em Uberlândia, uma força-tarefa está sendo montada em parceria com a polícia militar, para tentar coibir as ações criminosas. Nos últimos meses, foram registrados assaltos a veículos, transeuntes e, até mesmo, duas invasões à sede da Associação na cidade, situada à rua Vieira Gonçalves, nº 558, bairro Martins.

O associado, José Ridel Carneiro, que já desenvolve o projeto Vigilância Solidária, organizou reunião entre membros da PM e colaboradores da da AEA para avaliar o que pode ser feito para evitar os crimes. Esse encontro preliminar ocorreu no último 13 de agosto e, no próximo dia 28, uma nova reunião será realizada, dessa vez com a presença de associados e comunidade local.

Segundo relatos, já foram furtados pelo menos dois veículos (um de associado e outro, de funcionária), arrombamentos, além de assaltos em plena luz do dia.

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das not√≠cias e promo√ß√Ķes.