Comunicado da Cemig Saúde sobre convênio com farmácias

A Cemig Saúde possui convênios com redes de farmácias que viabilizam a aquisição de medicamentos no sistema de faturamento, ou seja, o beneficiário não precisa realizar nenhum pagamento no ato da compra e, posteriormente, os devidos descontos são processados nos contracheques.  

O objetivo dos convênios é garantir que os preços pagos pelos beneficiários sejam os menores praticados dentro de cada uma das redes conveniadas, além de permitir o faturamento.  

Por limitações exclusivamente dos sistemas das redes de drogarias Araújo, Raia/Drogasil e Pacheco foram registradas situações nas quais não foi garantido ao beneficiário, no ato da compra do medicamento, a combinação dos dois propósitos do convênio: o menor preço por meio de uma compra faturada. Isso ocorreu, especialmente, quando o benefício do menor preço estava associado a um desconto concedido pelos laboratórios, conhecido como Programa de Benefício de Medicamento (PBM).  

A fim de orientar nossos beneficiários e após discussões com as três redes, informamos que:  

Drogaria Araújo – essa situação foi regularizada e já é possível adquirir medicamentos faturados, mantendo-se os descontos oferecidos pelos programas de PBM dos laboratórios. Além disso, a rede orientou seus gerentes de unidades nos seguintes termos para quando for relatado preços menores em outras drogarias: “Caso o cliente apresente algum orçamento da concorrência com preços inferiores ao praticado pela loja, e a tecla desconto da loja permita cobrir o preço, também poderá ser vendido dentro do convênio.” Caso tenha qualquer dificuldade com o atendente, o beneficiário deve chamar o gerente da loja e solicitar o cumprimento do desconto por meio do convênio Cemig Saúde.  

Drogarias Raia/Drogasil – as alterações que precisam ser feitas nos sistemas utilizados pela rede e que impedem a venda faturada combinada com o desconto do PBM, somente estarão em operação no próximo ano. Essa situação afeta todos os convênios da rede com planos de saúde e empresas e está associada à comercialização de uma parcela muito pequena de medicamentos, inferior a 8% de todos os itens da rede.  

Drogaria Pacheco – ainda não há previsão de adequação dos sistemas da rede, que permitirão a venda faturada combinada com o desconto do PBM. Assim como no caso da rede Raia/Drogasil, o número de itens nesta situação representa uma pequena parcela dos medicamentos comercializados.  

Vale lembrar que, mesmo nas redes em que ainda não é possível garantir o desconto do PBM combinado com o faturamento, é possível adquirir o medicamento a um preço mais baixo e solicitar posteriormente o reembolso na Cemig Saúde. Neste caso prefira utilizar o sistema digital, que pode ser acessado tanto pelo portal, quanto pelo aplicativo da Cemig Saúde.  

Finalmente, caso tenha qualquer dificuldade, entre em contato com a Cemig Saúde pelos telefones 0800 0309009 ou (31) 3429-5200 – para ligações originadas de celular - relatando data, local, nome do vendedor, assim como o nome do medicamento que tentava adquirir.

FONTE: Cemig Saúde

Compartilhe

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias e promoções.