Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa

No Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho, é dia de refletir sobre o papel dos idosos na sociedade e sobre os principais cuidados a serem adotados para que essas pessoas tenham mais qualidade de vida e bem-estar no dia a dia.

Quando se fala em violência contra os idosos, logo se pensa em apenas dois tipos: física e psicológica. No entanto, existem outros tipos de violência que, infelizmente, fazem parte do cotidiano de alguns desses indivíduos, como a violência patrimonial, por exemplo, em que uma pessoa uso o dinheiro do idoso para ter controle sobre ele. Esses casos devem ser discutidos continuamente para que suas formas de enfrentamento sejam encontradas.

Cuidados durante o isolamento social

Quando se fala em cuidado com os idosos, é essencial que a família fique atenta à saúde dessas pessoas, principalmente durante a pandemia de Coronavírus. Afinal, pessoas com mais de 60 anos são as principais integrantes do grupo de risco da COVID-19. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para que os idosos possam aproveitar melhor o tempo em casa, com tranquilidade e harmonia ao lado de seus familiares.

Bem-estar

Ninguém deve passar o dia todo prostrado e de pijama, assistindo ou lendo o noticiário. Rituais são importantes para termos a sensação de que o dia começou, e ficar submerso em notícias negativas alimenta sensações ruins, estresse e ansiedade.

Uma boa dica para se divertir em família é recorrer aos jogos de tabuleiro e revisitar álbuns de fotografias. Vale ainda entrar em contato com seu lado espiritual e cuidar das plantas e do jardim.

A escrita também é uma ótima tática para reforçar a saúde mental. Assim, a dica é escrever sobre os sentimentos em um diário para deixar os registros às próximas gerações, testemunhando este momento único na história.

Fazer videochamadas com amigos e familiares também é uma boa pedida. Não sabe mexer nessas tecnologias? Nada de ter vergonha! Peça ajuda aos outros moradores da casa ou aos vizinhos, pois nunca é tarde para aprender algo novo.

Atenção da família

Neste momento de quarentena, é essencial poder contar com a atenção de familiares e amigos, mesmo que de forma remota. Quem toma vários remédios diariamente, por exemplo, pode se confundir com os horários se estiver muito tempo sozinho.

Outra tentação é comer demais ou abusar do açúcar, o que torna aqueles que têm glicose alta e pré-diabéticos ainda mais vulneráveis.

Esquecer de tomar água também é comum, e algumas síndromes podem ser ocasionadas pela falta de água no organismo.

O ideal é que haja um revezamento organizado entre os familiares para que o idoso não se sinta abandonado na quarentena. Esse esquema pode ser feito com telefonemas e mensagens, por exemplo. A ideia é manter uma rotina segundo a cultura da casa e da família para que a pessoa não se sinta isolada emocionalmente.

Fonte: Cemig Saúde

Compartilhe

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias e promoções.