Diretores e Conselheiros da AEA-MG tomam posse para o triênio 2021/2023

A AEA-MG realizou, na tarde desta segunda-feira (4), a Solenidade de Posse dos novos membros da Diretoria Executiva e dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Devido à necessidade de isolamento social, a cerimônia ocorreu de forma virtual, pela plataforma Zoom. Os novos gestores assumiram para o triênio 2021/2023.

"Desejo muito sucesso e empenho a todos. Acredito que a experiência adquirida na execução das diversas funções na Cemig, nos levará ao sucesso que todos esperam. Só na AEA, somos mais de cinco mil vidas. Por isso, a responsabilidade é imensa para vocês que estão sendo empossados hoje", destacou Dilson Medeiros de Oliveira, ex-Presidente do Conselho Deliberativo.

Pelos próximos três anos, a Associação será presidida por Elmanio Carvalho Vilela. Ele encabeça um movimento que tem como compromissos principais a modernização da Entidade e o aperfeiçoamento do processo administrativo da Entidade.

“Por meio do trabalho de pioneiros e dedicados aposentados, recebemos hoje uma Associação com quase 5.300 associados. A AEA passou por muitas mudanças nos últimos anos. Atuou na promoção do lazer e da cultura, no desafio de representar e defender seus associados junto à Forluz, à Cemig Saúde e até mesmo na Cemig, como foi o caso nas mudanças do seguro de vida. A necessidade de conduzir a AEA para uma identidade própria, desafiou alguns associados e, assim, nasceu o movimento Inova AEA”, explicou o novo Presidente, em seu discurso de posse.

Elmanio aproveitou a ocasião para reiterar a necessidade do permanente diálogo com a Forluz e a Cemig Saúde, principais patrimônios de aposentados e pensionistas, bem como a patrocinadora. Esse compromisso terá ainda mais importância devido às mudanças pelas quais têm passado o fundo de pensão e o plano de saúde, prejudicando milhares de beneficiários.

“Fazemos um apelo para a busca ininterrupta do diálogo. Sempre tivemos um diálogo aberto, mas, infelizmente, isso foi interrompido nos últimos tempos. Exigimos que se honre o direito do aposentado de ter o seu sustento e o apoio à saúde até o fim da vida. É importante que qualquer mudança seja discutida com as entidades, e não com pessoas isoladas”, cobrou.

“Aceitamos o desafio de gerir a AEA até 2023. Ao longo dos debates para fazer um programa de trabalho, pude perceber o comprometimento de todos. Tenho a certeza de que faremos o melhor de nós. A idade não nos permite mais muitas horas de trabalho. No entanto, a experiencia, a dedicação e o trabalho em equipe vão otimizar nossa capacidade de gestão”, acrescentou Elmanio.

CLIQUE AQUI E ASSISTA À SOLENIDADE NA ÍNTEGRA

DESPEDIDA

Elmanio assume o cargo ocupado por João Isidro Vinhal, nos últimos três anos. Em sua despedida, o agora ex-Presidente agradeceu a todos que participaram da última gestão, nos diversos níveis administrativos e funcionais.

“Tivemos três anos de luta ferrenha, enfrentando uma pandemia e outras dificuldades. Contudo, também tivemos as nossas vitórias. Por isso, agradeço a todos que me ajudaram a construir o progresso da AEA: Diretores, Conselheiros, colaboradores e empregados”, afirmou.

Entre as principais realizações da sua gestão, João Isidro destacou a reforma do Estatuto, a criação do Regulamento Interno, do Código de Ética e da Farmácia Solidária.

“Há de se considerar algumas conquistas, como a aprovação da quinta reforma do Estatuto, permitindo que a nova gestão trabalhe com mais facilidade no cumprimento das decisões, na criação de novos modelos de gestão e, até mesmo, ser mantenedora de um plano de saúde. Devemos estar atentos a tudo, porque os sinais nos apontam para dificuldades imensas. Todas essas novidades permitirão maior velocidade no andamento dos nossos trabalhos”, avaliou o ex-Presidente.

João Isidro também destacou a criação da Farmácia Solidária, que tem gerado economia real a muitos associados no momento de adquirir medicamentos. “A Farmácia se tornou exemplo para qualquer entidade e associação do porte da AEA. Recebemos doações e doamos, observando todos os protocolos da Anvisa”, disse.

CONVITE EMAIL FACE Copia

 

Compartilhe

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias e promoções.