AEA-MG alerta aposentados que não tomem nenhuma decisão em relação ao Seguro de Vida em Grupo

Neste momento a AEA recomenda aos aposentados que não tomem nenhuma decisão precipitada e não assinem nenhum documento abrindo mão de seus direitos relativos ao Seguro de Vida em Grupo da Cemig.

Segundo nos informou o Dr. Enderson - que já está examinando o tema:

"Assinar, a proposta da Cemig, mesmo com ressalvas, é muito arriscado. Na verdade a Cemig é a mera estipulante da apólice, ou seja, a pessoa jurídica responsável por arrecadar os valores individuais dos participantes e pagar o prêmio à seguradora.

Todo início  de ano, a Cemig deve preparar a relação daqueles que completaram idade para enquadramento nas faixas para as quais ela criou  endosso com as alterações, por exemplo e, pelo  que tudo indica, fixou o prazo de 31 de janeiro para, além de ter tempo  para enviar as alterações à Forluz, atualizar os descontos no contracheque daqueles que optarem. A Cemig deve, também, informar à seguradora contratada o capital segurado a ser atualizado ou excluir quem pediu o cancelamento.

Ora, como será a propria seguradora que procederá à alteração do capital segurado, entendo que não haverá como voltar atrás e aumentar novamente o capital, caso o aposentado concorde hoje com a proposta da Cemig.”

A AEA está analisando o assunto e manterá a todos informados sobre os desdobramentos e recomendações.

Em caso de dúvida, contate-nos: (31) 3224-8323

Compartilhe

Um pouco sobre nós

A AEA-MG (Associação dos Eletricitários Aposentados e Pensionistas da Cemig e Subsidiárias) foi fundada em 29 de janeiro de 1983, por um grupo de eletricitários que percebeu a necessidade de unir os aposentados da CEMIG. Em todos esses anos de existência, apresentamos a você uma entidade forte, representativa e consolidada.

 

Saiba mais...

Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias e promoções.